Tampon, Our Closest Enemy

*Versão em português aqui*

Yesterday, on TV I came across the documentary Tampon, Our Closest Enemy.

My relationship with tampons ended a long time ago, so I wasn’t exactly surprised by the title. After I read this article a few years ago, I immediately stopped buying them. I always preferred menstrual pads, but even if you’re not an avid user, there’s always a situation when you need a tampon: when going for a swim, to the beach, or a trip.

The documentary’s description sums it up pretty well:

“Cases of menstrual toxic shocks are increasing around the world and woman that have been close to death are witnessing. Thanks to independant studies and tests, we know now that tampons contain dioxicis, toxic components, among 10 the most dangerous chemicals classified by the WHO. However, a real taboo surounds this product, while women use an average of 11 000 tampons in their lives.”

Tampons were found to contain several toxic ingredients, including potential carcinogenics and dioxins. They can help the Staphylococcus aureus bacteria develop in your organism, creating a life-threatening infection. The more absorbent they are, the worse it can get. There’s also a remote chance of happening with very absorbent menstrual pads, although a major difference here is that you usually don’t keep a menstrual pad for more than 3/4 hours. With tampons you tend to keep them for too long, more than recommended.

I really advise you to read the article and later watch the documentary. It can really shed light into the problem.

After talking about this on my Instagram yesterday, many of you asked me about alternatives. Which is something the film lacks.

So, let’s talk about it.

What I use: menstrual cup (there are several brands out there – I like LunaCup and DivaCup).

Other alternatives: cloth pads, and if you really have to: organic cotton pads/ tampons. I would not use a tampon but the organic brands at least are not full of toxic ingredients.

Here’s the truth: using a menstrual cup can be very difficult. They are different from anything else you’ve used so far, there’s definitely a learning curve and it will get at least 2 to 3 cycles until you get used to them.

I find this guide quite helpful. I learned to use mine based on Amazon reviews. But here’s a few tips:

  • Start using it before you get your period, on your day off. It will give you time to learn how to insert it properly without having to rush trough the door.
  • Read the instruction carefully.
  • Research before you buy one. There are many brands and although they are quite similar, you might not get it right the first time.
  • Don’t be afraid to go up there – it’s your body and it’s just blood. Really.
  • Lubricant helps! Even if it’s just coconut oil.Use a water-based lubricant, as brands recommend.

Personal experience and benefits:

  • I took me 4 cycles to get it right. I had a cloth pad to help me with the first few cycles.
  • You learn a lot about your own body by using the cup – for example, I know that on my second day I actually need a larger cup to be able to insert it correctly.  So I have two different sizes.
  • It’s zero waste.
  • When you get it right, it’s way better. I keep mine for 8h to 12h which gives me the flexibility to go through an entire day of work without thinking about it.
  • It’s great for exercising.
  • It doesn’t smell.

I think most people don’t use it because they are a bit scared and that’s ok. I was too. But there are plenty of videos and guides so you are not alone. Besides, we can’t let difficulties and lack of information jeopardize our health.

Thanks for reading,

I.

2 comments on “Tampon, Our Closest Enemy”

On 2018-07-17 16:01:58, Inês David wrote:

Há sempre o risco de apanharmos a bactéria. Mesmo com os pensos. Todos os produtos e até preservativos estão vulneráveis. No entanto, há uma série de procedimentos que se devem realizar que tornam o copo mais seguro: - não usar mais que 12h; - lavar sempre bem o copo e as mãos entre utilizações; - esterilizar no fim de casa ciclo menstrual. Até ao momento as únicas pessoas (duas) que apanharam a bactéria com o uso do copo, usaram-no durante muito mais tempo. Admito que ainda não existe informação suficiente, só agora é que estamos a conhecer os verdadeiros problemas dos tampões. Mas para mim, até nova informação, continua a ser a melhor opção.

On 2018-06-23 00:26:41, Maria wrote:

Como deves ter reparado, o facto do tampao proibir o sangue de sair, esse mesml sangue vai ser o meio de cultura dos estafilococos doutados. Logo, o copo menstrual irá ter o mesmo efeito. Devias banir o copo tambem!

On 2018-05-22 13:10:36, Aline wrote:

Perfect to me. Thank you for sharing.

On 2018-01-18 17:04:06, Inês David wrote:

Não é? Também adoro! Obrigada eu pelo feedback :)

On 2018-01-17 19:56:33, Gonçalo Costa Pereira wrote:

Maravilha... Nao tinha ca em casa o cravinho da índia e também não coloquei nenhum adocicante. Sabe mesmo bem quentinho nestes dias de frio. Obrigado!

On 2018-01-14 09:56:16, Inês David wrote:

Ehehe leste a descrição em português? :) Não é detox nesse sentido.

On 2018-01-13 20:13:27, Nuno Dias wrote:

"Detox" Not you too, Inês...

On 2017-12-22 21:07:41, Inês David wrote:

Não, neste momento não estão cá ainda. Na altura vivia em Berlim e fiz uma parceria com esta marca. No entanto, a receita dos brownies pode levar qualquer cobertura, como chocolate, por exemplo. E pode ser que em breve tenhamos cá à venda o novo baileys com leite de amêndoa :)

On 2017-12-12 19:23:11, Nuno Dias wrote:

OK, e onde é que raio se encontro este licor à venda em Portugal? Não encontro, né?

On 2017-11-17 19:51:17, Arminda David wrote:

Hum deve ser deliciosa :) Vou fazer

On 2017-10-26 20:48:26, Inês David wrote:

Experimenta! Depois diz-me como ficou :)

On 2017-10-26 20:01:30, Ana Jacinto wrote:

Hmmm acho que isso com iogurte funciona super bem para pequeno almoço! Vou arriscar sem as tâmaras, o doce da banana parece-me suficiente ;)

On 2017-10-26 12:47:49, Inês David wrote:

Boa! Vou trabalhar para isso :) <3

On 2017-10-26 11:34:18, Andreia wrote:

Pequeno guia de restaurantes, please 🙋🙋🙋😘

On 2017-10-09 07:52:16, Inês David wrote:

Olá Vera! Obrigada :) Fico contente por saber. Em breve vou revelar o próximo... ;)

On 2017-10-08 19:13:12, Vera Calha wrote:

Inês, Excelente iniciativa! Gosto muito da ideia de falar detalhadamente sobre um vegetal e apresentar uma receita com ele. Estou curiosa quanto ao próximo protagonista...

On 2017-10-06 07:50:45, Inês David wrote:

Olá Lisa! É vegan, claro :) É este da provamel!

On 2017-09-30 00:16:26, Lisa Fonseca wrote:

Ola Ines! Qual o queijo quark que usas? É vegan? Obrigada!!

On 2017-08-23 16:29:40, Inês David wrote:

Olá Inês! Hás-de reparar que a tarteira está de outra cor, é porque tem lá o link! Mas foi aqui: https://www.tescomaonline.pt/forma-de-tarte-delicia-12-cm :)

On 2017-08-19 21:07:09, Ines3D wrote:

posso perguntar onde comprou a tarteira pequena? não encontro em lado nenhum... bjs

On 2017-08-17 12:06:44, Inês David wrote:

Diz-me se experimentares! Beijinhos

On 2017-08-17 08:07:28, Filipa Jordao wrote:

Parece simples de preparação e maravilhoso e delicioso de aspeto... Quero muito experimentar... Obrigada por partilhares! Beijinho

On 2017-07-13 14:08:59, Inês David wrote:

Não tenho a certeza, é uma questão de os contactar :) Mas caso não mande, eu dou um jeitinho!

On 2017-07-11 19:54:31, Marya wrote:

Sabes se a editora envia para o estrangeiro? :)

On 2017-07-06 13:44:19, Inês David wrote:

Olá Ana! Peço desculpa por responder tão tarde. O blog recebeu recentemente muitos comentários de SPAM e o seu ficou perdido no meio de tantos. Tem toda a razão. Em inglês pus mas em português escapou-me! Já está corrigido :) Obrigada e um beijinho, Inês

On 2017-07-06 13:40:41, Inês David wrote:

Querida Isabel, olá! O blog foi inundado com uma maré de spam e só agora vi o seu comentário! Fico muito contente não só por gostar do livro, como por finalmente conseguir encontrá-la on-line ahah :) Percebo perfeitamente o que diz em relação à jaca. Também só compro esta que é alemã e BIO. Claro que o fruto ao natural seria muito melhor. O único problema é ser difícil de encontrar e também dizem que dá muito trabalho a descascar... Será uma questão de experimentar? :)

On 2017-06-30 15:19:00, Isabel Seabra wrote:

Adorava provar Jaca fresca. Ainda não consegui encontrar à venda. Gostava de experimentar plantar na quinta a partir da semente...isto só porque tenho uma certa reserva em relação a todo o tipo de enlatados. Pode-se dizer que já ando "aguada" com estes desejos de jaca :). Esta receita parece-me óptima. By the way já "devorei" o seu livro de uma ponta à outra. Como é possível que a Inês me tenha escapado?

On 2017-06-29 10:32:58, Ana wrote:

Bom dia, Inês! É a 1ª vez que venho ao seu blog! Nesta receita não faltam as tâmaras nas instruções? Felicidades no lançamento do livro! Obrigada. Ana

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *